Logo Prefeitura de Salvador

Loja Rosa é inaugurada no Shopping Center Lapa

Para reafirmar a importância da prevenção do câncer de mama e complementar as ações especiais voltadas para o Outubro Rosa, a Loja Rosa vai abordar e acolher a população feminina, além de informá-la sobre as principais ações e cuidados realizados para prevenir o câncer de mama e de colo do útero. A estrutura, promovida através de parceria entre a Prefeitura de Salvador e o Shopping Center Lapa, foi inaugurada na manhã desta quinta-feira (19), no piso L1 do centro comercial, no Centro. 

A iniciativa tem a participação das secretarias de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) e da Saúde (SMS). O local funcionará até o próximo sábado (22), das 8h30 às 20h30, com uma programação totalmente voltada para mulheres trazendo rodas de conversa, palestras, avaliações, espaços de escuta, bem como consultas com nutricionistas, vacinação, agendamento para mamografia e outros exames diversos, além da oferta de outros serviços básicos de saúde. 

De acordo com a titular da SPMJ, Fernanda Lordêlo, o Outubro Rosa é um mês para intensificar o acesso à informação e cuidados com a saúde da mulher. “É um tema que deve receber atenção durante todo o ano, pois sabemos que o câncer de mama é um dos que mais mata mulheres em todo o planeta. No entanto, neste mês de outubro são intensificados os trabalhos e ações voltados para o público feminino, com o intuito de envolver essas mulheres para que elas reflitam sobre a importância do autocuidado e de realizar seus exames corretamente”, explicou a gestora.   

A gestora ressalta ainda que a Loja Rosa servirá como um ponto de apoio para que as mulheres recebam orientações sobre a prevenção dos cânceres de mama e de colo do útero. “Toda a equipe da Loja Rosa está voltada para preparar essas mulheres e ensiná-las a identificar possíveis patologias. O público feminino que passar por aqui também vai aprender, através de palestras, sobre os direitos da saúde da mulher, planejamento reprodutivo e autoestima feminina. Tudo isso visando fortalecer, empoderar e cuidar da saúde delas”, finalizou. 

Além da Loja Rosa, a SPMJ está realizando simultaneamente outras ações em alusão ao mês rosa. Dentre elas estão as Caravanas da Mulher, em comunidades da capital baiana; a Sala Cor, presente no Salvador Norte Shopping e que também será inaugurada no Salvador Shopping; e o Projeto Bike Solidária Outubro Rosa, que acontecerá no próximo domingo (23), em parceria com a SMS, Empresa Salvador Turismo (Saltur), Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) e demais parceiros.

SPMJ leva crianças e adolescentes de instituições sociais ao cinema

Com o objetivo de democratizar o acesso ao cinema e promover um momento lúdico aos pequenos na semana da Criança, a Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) levou 90 crianças e adolescentes ao Shopping da Bahia, nesta sexta-feira (14), para assistir ao filme “As aventuras de Tadeo e a tábua de esmeralda”. A iniciativa é desenvolvida através da Diretoria de Infância, Adolescência e Juventude e conta com a parceria da Orient Filmes. 

Presente na ocasião, a vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos, declarou que esse é um momento de construção de cidadania e de oportunidade de lazer e de discussão para que as crianças se sintam parte da sociedade. “Elas estão acolhidas enquanto grupo, sendo bem recebidas, a sessão é feita para elas. Então há o elemento subjetivo, que é esse do acolhimento, da construção de identidade e da memória afetiva e, de modo objetivo, também uma oportunidade de viver um momento lúdico, de reforçar a imaginação e ter um dia feliz”. 

Segundo a titular da SPMJ, Fernanda Lordêlo, presente no local de exibição, essa é a primeira vez que a iniciativa envolve crianças da faixa etária atendida (com idade entre 7 e 15 anos). As instituições contempladas foram Clara Amizade (Piatã), Instituto Convergir (Pau da Lima) e Dançar é Vida (Brotas), que realizam um trabalho com crianças e adolescentes. 

“A ideia é aproveitar a Semana da Criança e integrá-las à ludicidade. O cinema traz muitas informações. É arte, é cultura. Essa é uma forma de trazer pessoas que às vezes nunca vieram a uma sala de exibição para ter essa primeira experiência. É importante para a desenvoltura deles, para o desenvolvimento mental e para a criatividade”, afirmou a secretária. Ela ressaltou ainda a oportunidade que os pequenos estão tendo de conviver em grupo no mesmo espaço, principalmente após a pandemia e o isolamento social. 

Uma das contempladas foi Talia Cristina, de 11 anos: “Eu estou muito feliz, porque já fazia um tempo que eu não vinha ao cinema. O filme que eu me lembro que assisti uma vez foi o Rei Leão e eu gostei muito”. 

Enredo – A tarde das crianças foi animada com Tadeo Jones, um homem aventureiro que passou a levar a sério a atividade de arqueólogo após ser confundido com um. Desta vez, ele desencadeia acidentalmente um feitiço perigoso, que coloca em risco a vida de seus três amigos. 

Agora todos ficam contra ele e somente Sara pode ajudá-lo na missão de acabar com a maldição da Múmia. As aventuras de Tadeo se passam na América Latina. O filme espanhol é do gênero animação e tem duração de 1h30.

Salvador inicia programação do Outubro Rosa

Até o fim deste mês, Salvador é palco de uma programação especial dentro do Outubro Rosa, campanha de prevenção e combate ao câncer de mama. A abertura oficial da iniciativa acontece nesta sexta-feira (7), às 9h, no auditório da Unifacs, na Avenida Tancredo Neves, com as presenças dos secretários da Saúde (SMS), Decio Martins, e de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), Fernanda Lordêlo. Na ocasião, será realizada uma mesa redonda com o tema “Rastreio Organizado dos cânceres de mama e colo”. 

De acordo com o titular da SMS, a programação, realizada em conjunto com outras pastas municipais, tem o objetivo de ampliar e fortalecer ainda mais a campanha este ano. “As mulheres terão um robusto leque de serviços preventivos e de acompanhamento devidamente planejados, organizados e voltados ao acolhimento e cuidado. Por isso, convidamos todas para participação ativa nas iniciativas especiais da campanha, que será marcada pela agilidade nos processos e qualidade dos serviços de prevenção e cuidado contra o câncer de mama e outros”, declara. 

Números – As estimativas para os anos de 2021 e 2022 são de 576 óbitos por câncer de mama entre os residentes de Salvador para ambos os sexos. Destes, 99,65% ocorreram para o sexo feminino e 0,35% para o sexo masculino. Entre as causas de mortalidade por neoplasia, o câncer de mama lidera entre a população feminina no Brasil, com exceção da região Norte. Os dados são da Diretoria de Vigilância da Saúde (DVIS), do Ministério da Saúde. 

A prevenção é possível através do controle dos fatores de risco conhecidos, como manter o peso corporal adequado; adotar alimentação saudável; praticar atividade física e evitar ou reduzir o consumo de bebidas alcóolicas. A amamentação também contribui para reduzir os riscos da doença. 

Exames – Durante todo o mês ocorrerão atividades para intensificação da prevenção dos cânceres como educação em saúde, consultas e exames em saúde sexual e reprodutiva, testagens, exame clinico das mamas, encaminhamento para MMG e marcação de exames e consultas na área da Atenção Especializada, nos Multicentros de Saúde Carlos Gomes, Amaralina, Liberdade e Vale das Pedrinhas. 

Os Distritos Sanitários realizarão atendimento às mulheres aos sábados, nos dias 15 e 22, em postos a serem divulgados. Serão oferecidos preventivo e encaminhamento para mamografia, saúde bucal, educação em saúde, testagem rápida e dispensação de preservativos. 

No Hospital Municipal de Salvador, na Boca da Mata, serão disponibilizados exames de mamas, e transvaginais durante o mês de outubro. Já nos Multicentros de Saúde serão reforçadas as consultas em ginecologia, cardiologia, endocrinologia e mastologia, além de exames como USF transvaginal, mamária e pélvica, durante a segunda quinzena de outubro e a primeira quinzena de novembro. 

Itinerante – Durante todo o mês, também ocorrerá o Outubro Rosa Itinerante, com ações em diversas localidades da capital baiana. No dia 14, no turno vespertino, haverá uma caminhada nas imediações da USF Candeal Pequeno, em Brotas, para sensibilização das ações a serem realizadas na unidade, no dia seguinte. 

Na região do Distrito Sanitário Centro Histórico, as mobilizações acontecem nos dias 13 e 27, na UBS Santo Antônio; no dia 14, na UBS Pelourinho; e no dia 27, na Escola Terezinha Vaz. 

No Distrito Sanitário Cabula/Beiru, a UBS Mata Escura promove palestra e ação de saúde em parceria com o Instituto Alimentando Vida, no dia 14. Já a UBS Rodrigo Argolo, em Tancredo Neves, promove atividade externa em conjunto com o Grupo Viver Melhor e a Faculdade de Enfermagem da Uneb, na manhã do dia 18. 

Mulheres – No dia 25, pela manhã, haverá intensificação da prevenção dos cânceres de mama e colo em mulheres em situação de violência, no Centro de Atendimento à Mulher Soteropolitana Irmã Dulce (Camsid), na Ribeira. A ação, realizada em parceria com a SPMJ, promoverá palestras com nutricionista e disponibilização de vagas para atendimento na UBS Virgílio de Carbalho, no Bonfim, além de ações em Saúde Bucal: exame clínico das mamas e encaminhamento para consulta de enfermagem e mamografia. 

Também em parceria com a SPMJ e o Coletivo Outubro Rosa, o espaço COR, no Salvador Norte Shopping, recebe nos dias 18 e 22 a Unidade Móvel para realização de mamografias, através de profissionais do Distrito Sanitário Itapuã. Entre os dias 24 e 29, no Salvador Shopping, o Distrito Sanitário Barra/Rio Vermelho promove ações de saúde, oficinas interativas, testagem e antropometria. 

Já a Sala Rosa estará presente no Shopping Center Lapa, nos dias 17 a 21, com oferta de testagens, antopometria, aferição de sinais vitais, orientação e educação em saúde. Haverá, ainda, ações do Outubro Rosa para mulheres em situação de rua, com programação a ser divulgada em breve. 

Demais iniciativas – Na segunda-feira (10), às 14h30, acontece um webinário com o tema “Dialogando sobre a organização rastreio do câncer de colo de útero em Salvador, para além da oferta de Papanicolau”. Também será realizada, entre os dias 17 e 21, uma sessão temática para ginecologistas da rede municipal sobre prevenção de câncer de colo e mama da população trans, ministrada por Patrícia Maria Almeida Silva, ginecologista ambulatorial para população trans, do Centro Estadual Especializado em Diagnóstico, Assistência e Pesquisa (Cedap), em local e modalidade a definir. 

Haverá, ainda, oferta de exames para mulheres cis lésbicas e bissexuais, com o objetivo de ampliar o acesso deste público aos serviços de saúde, em ação realizada em parceria com a Secretaria Municipal da Reparação (Semur). Serão 35 vagas, com procedimentos a serem promovidos no Multicentro de Saúde Liberdade. 

Os monumentos da cidade entram no clima com iluminação cênica na cor rosa, para conscientizar a população sobre a importância da campanha.  A ação já pode ser conferida em locais como o Elevador Lacerda, no Centro; viadutos do BRT, na Avenida ACM, e na fonte luminosa da Praça da Sé.

Primeiro Passo completa oito anos com reajuste e mais de 16 mil famílias atendidas

O auxílio financeiro concedido a famílias com crianças em idade de creche e pré-escola, não matriculadas na rede municipal de educação, completou oito anos em 2022. O programa Primeiro Passo, criado com a finalidade promover e proteger os direitos da criança na primeira infância (até 5 anos), possui atualmente 16,1 mil responsáveis e 17,4 mil dependentes cadastrados. O auxílio tem dado suporte para a matrícula do público infantil, em unidades privadas de ensino, quando não há vagas disponíveis na rede pública. 

O programa, que conta com investimento próprio da gestão municipal, teve reajuste de 25% no final de agosto, elevando o auxílio de R$65 para R$81,50, já a partir deste mês. As famílias beneficiadas têm o apoio financeiro condicionado à participação em atividades intersetoriais, conduzidas pelas secretarias municipais de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre); de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) e da Educação (Smed), além do acompanhamento do desenvolvimento da criança. De janeiro até agosto deste ano, a Prefeitura direcionou R$8,5 milhões em recursos para o Primeiro Passo. 

De acordo com a secretária da SPMJ, Fernanda Lordêlo, o programa é um auxílio combinado, que garante uma infância mais feliz. “A mãe utiliza esse recurso para ajudar no desenvolvimento da criança, sem precisar retirar da renda da família, que geralmente é baixa. Com esse apoio, ela investe na criança, garantindo mais dignidade e atenção”, explica. 

A assistente social e confeiteira Jaqueline Queiroz, de 34 anos, solicitou o auxílio à Prefeitura, para poder matricular o filho Luís Miguel, de 2 anos. Ela, que parou de trabalhar em 2020, em razão da pandemia, contou que a ajuda veio em boa hora. “Por ser cadastrada no Bolsa Família e não conseguir colocar ele ano passado na escola, optei pelo auxílio, que é um apoio financeiro muito importante”. 

Cadastro – Podem participar do programa crianças de até 5 anos, que não foram matriculadas em creches ou pré-escolas públicas. O limite é de até três crianças por família, podendo ser ultrapassado somente no caso de gêmeos. 

O agendamento para a inscrição pode ser feito através do Fala Salvador 156, das 8h às 18h, ou em uma das dez Prefeituras-bairro de Salvador, das 8h às 17h, sempre de segunda a sexta-feira, mediante agendamento prévio a ser feito no site www.horamarcada.salvador.ba.gov.br. Outra opção é o site www.primeiropasso.salvador.ba.gov.br . 

No ato da inscrição, basta a apresentação dos documentos de identificação originais dos pais e dos dependentes de até cinco anos, além do comprovante de residência, de preferência contas de consumo de água ou luz. Se a criança estiver matriculada em escola ou creche da rede particular, é necessário comprovar, através de carnê ou boleto de pagamento nominal e atestado de frequência atual. 

Para continuar recebendo o benefício, a família deverá, além de participar das ações de saúde, educação e ação social realizadas nas escolas municipais, realizar o recadastramento a cada seis meses, em local ampla e previamente divulgado pela Prefeitura. Caso o beneficiado falte ao encontro ou não realize o recadastramento, o benefício é bloqueado.

Agosto Lilás em Salvador tem novas ações e programação de combate à violência contra mulher

Em cerimônia realizada no Teatro Gregório de Mattos, no Centro Histórico, a Prefeitura anunciou, nesta terça-feira (9), uma série de iniciativas para enfrentamento à violência contra a mulher. Foram apresentadas ações do Agosto Lilás, da plataforma on-line Compre Delas, parcerias com o Ministério Público do Trabalho (MPT) para denúncia, resgate e acolhimento de mulheres vítimas de violência, capacitação via Sistema S (Senai, Senat, Senac e Sesi) e a colaboração de diversos órgãos municipais. 

Os detalhes foram apresentados pelo prefeito Bruno Reis em uma roda de conversa formada pela secretária municipal de Política para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), Fernanda Lordêlo; a diretora de Política para Mulheres da SPMJ, Fernanda Cerqueir; e Luiz Carneiro, procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT-BA). Na ocasião, foi assinado um termo de cooperação técnica entre as partes, com a finalidade de garantir, desenvolver e acompanhar políticas públicas, apoiar as ações relacionadas à mulher e à juventude, bem como promover e defender os direitos da criança e do adolescente no município de Salvador. 

Durante a fala, o prefeito recordou as ações implementadas pela Prefeitura para oferecer capacitação, acolhimento e oportunidades às mulheres soteropolitanas. “Este trabalho acontece em Salvador durante todo o ano, mas neste mês enfatizamos com uma série de ações e iniciativas, sempre procurando proteger, empoderar e garantir às mulheres um papel de destaque em nossa sociedade”, declarou Bruno Reis.

O chefe do Executivo municipal ressaltou ainda que a capital baiana é a cidade da diversidade e a expectativa é de que essas ações sejam um incentivo ainda maior para as mulheres. Outras iniciativas destacadas pelo gestor foram a criação do Núcleo de Enfrentamento ao Feminicídio (NEF), no Comércio, e início das obras de construção da Casa da Mulher Brasileira, no Stiep, além das atividades de acolhimento e cuidado para o público feminino e conscientização da população em geral.

Fernanda Cerqueira lembrou que as ações apresentadas proporcionam às mulheres acesso a direitos fundamentais, além de capacitá-las com noções de empreendedorismo. “Estamos inseridos em espaços, instituições e órgãos para identificar, acolher e trabalhar para a erradicação da violência contra a mulher”, pontuou.

Assédio – Durante a cerimônia, a titular da SPMJ celebrou a regulamentação, na segunda-feira (8), da Lei 9.582/2021, conhecida como “Lei de Assédio”, cujo objetivo é aplicar multas a autores de violência que atentem contra a dignidade da mulher por palavras, gestos ou atos. Na esteira da lei, foi lançado nesta terça o Programa Municipal de Enfrentamento Institucional contra Mulheres na Prefeitura de Salvador, com ações voltadas para a prevenção, cuidados e responsabilização de atos individuais ou coletivos de violência institucional contra as colaboradoras da administração municipal.

“O que estamos propondo é dar continuidade aos trabalhos de combate à violência contra a mulher já implementados pela Prefeitura, mantendo e reforçando ações como a Lei do Assédio, implantação do Programa de Enfrentamento Institucional contra a Violência, ampliando o 156, para registro de ocorrências contra mulheres na capital baiana. Além disso, o programa Mulher em Foco chega com cursos profissionalizantes, para capacitar duas mil mulheres com apoio de instituições da Rede S, além de secretarias municipais”, explicou Fernanda Lordelo.

Demais iniciativas – As outras iniciativas envolvem a plataforma digital Compre Delas (compredelas.salvador.ba.gov.br), um marketplace on-line para comércio de produtos desenvolvidos e comercializados por mulheres que fazem parte dos cursos da Prefeitura. Além disso, o programa Mulher em Foco, que oferece cursos profissionalizantes, terá em breve o lançamento de novas turmas.

Em parceria com o Senai, é realizado o Marias na Construção e Auto Mulher; com o Senac são realizados os programas SPMJ Gourmet e Beleza Pura; e a parceria com o Sest/Senat oferece o Mulher no Volante. Ao todo, o conjunto é responsável pela capacitação de aproximadamente 2 mil mulheres em Salvador.

Para o procurador-chefe do MPT, a parceria com o poder público municipal garante uma forma de escoamento das ações do órgão, garantindo às pessoas resgatadas de situação degradante acolhimento, cuidados e capacitação. “O MPT tem, dentre tantas missões, o combate à chaga do trabalho escravo, que dentre suas facetas, milita contra a dignidade das mulheres. E nos últimos dois anos, mais de dez mulheres foram resgatadas de situação degradante no estado da Bahia. A trabalhadora quando resgatada destas condições têm o primeiro acolhimento por meio deste documento aqui assinado, e fica sob os cuidados da Prefeitura”, declarou Luiz Carneiro.

Agosto Lilás – Para este mês de agosto, a Prefeitura planejou diversas iniciativas para fortalecer as políticas públicas, gerar informação, capacitação e qualificação profissional. Confira a programação das próximas atividades:

Dia 10/8 (quarta-feira): Aula de Defesa Pessoal para as atendidas do CAMSID.
Dias 10 a 12/8 (quarta a sexta-feira): Capacitação do Alerta Salvador para funcionárias da Limpurb, na BR-324.
Dia 11/8 (quinta-feira): Cram em Movimento na Feira Socioassistencial, em Alto de Coutos.
Dia 13/8 (sábado): Cram em Movimento na Feira Socioassistencial do Mané Dendê, no Subúrbio.
Dias 15 e 16/8 (segunda e terça-feira): Aula de Defesa Pessoal para as atendidas do Cram Loreta Valadares, nos Barris.
Dia 17/8 (quarta-feira): Aula de Defesa Pessoal para as atendidas do Centro de Referência Arlette Magalhães, em Fazenda Grande II.
Dia 22 (segunda-feira): Capacitação do Alerta Salvador na Guarda Civil Municipal, na Avenida San Martin.
Dias 22 a 27/8 (segunda a sexta-feira): Aula de Defesa Pessoal para Mulheres na praça do Shopping Center Lapa.

Atividades de Atenção Realizados pelo NEF (Grupo Reflexivo de Homens) – 1° semestre 2022

Resumo dos Atendimentos do GRH

  Serviços Executados 
Atendimento psicossocial (Abertura de Prontuário) – GRHParc.
36
Nº Acompanhamentos nos GRH84
Aguardando Abertura de GRH23
Recusa em participar do GRH03
Nº Total dos Atendimentos/Técnicas44
Atendimento realizado por dupla (Técnicos)36
Jurídico00
Atendimento Psicologico (Individual)  00
Atendimento  Social (Individual)  00
Orientação por telefone70
Nº      de      GRH      em  Monitoramento05
Abertura      de      Grupo Reflexivos  04
Nº Mulheres Egressas do Tráfico  00
Capacitação      Mª      da Penha Vai a Escola  00
Nº      Encaminhamentos realizados pelo NEF  13
Nº Estudos de Caso12

.

Resumo dos Referenciamentos e Atendimentos

AtividadesParc.
Nº Desligamentos realizados pelo Facilitador00
Nº de Faltas00
Nº de Desistência00
Encerramento do GRH03

.

Tipificação da Violência Cometida pelo Homem Autor de Violência

Tipos de ViolênciaTotal
Violência Física24
Violência Psicológica21
Violência Sexual00
Violência Moral09
Violência Patrimonial06
TOTAL MÊS60

.

Avaliação de Risco da Situação de Violência Cometidas

Avaliação de RiscoTotal
Provocou Ameaça01
Provocou Risco de morte00
Provocou Risco iminente de morte01
Não cometeu nenhuma violência16
Reconhece que cometeu violência18
Desconhece o motivo da denúncia00
TOTAL36

¹ Na escuta Técnica poderá ser avaliado a existencia ou não de algum tipo de risco. Muitas vezes o homem não percebe e/ou não identifica o grau de risco.

.

Grau de Escolaridade dos Homens Autores de Violência

EscolaridadeTotal
Analfabetizado00
Fundamental I Incom04
Fundamental I Comp.00
Fundamental II Incom01
Fundamental II Comp.00
Ensino Médio Incomp03
Ensino Médio Comp.18
Superior Incomp04
Superior Comp04
Pós-graduação02
Doutorado00
TOTAL MÊS36

.

 Faixa Etária dos Homens Autores de Violência

Faixa EtáriaTotal
De 18 a 22 anos01
De 23 a 30 anos06
De 31 a 35 anos05
De 36 a 40 anos05
De 41 a 50 anos12
De 51 a 55 anos03
De 56 a 60 anos02
Acima de 60 anos02

.

Etnia/Cor dos Homens Autores de Violência

IndicadoresTotal
Amarelo00
Branco03
Indígena00
Pardo18
Preto15
TOTAL36

.

 Estado Civil dos Homens Autores de Violência

IndicadoresTotal
Solteiro25
Casado09
Separado00
Divorciado03
Em processo de divorcio00
Viúvo01
União Estável02
Namorado00
Noivo01
TOTAL36

.

  Religião dos Homens Autores de Violência

IndicadoresTotal
Não Tem Religião07
Católico13
Espirita01
Evangélico (Pentecostal)01
Evangélico (Batista)11
Evangélico (Assembléia de Deus)01
Matriz Africana00
Budismo00
Muçulmano01
Espiritualista01
TOTAL36

OBS: No caso dos Evangélicos classificar a DENOMINAÇÃO

.

Uso/Abuso de Substância Psicoativa (drogas e álcool) por parte dos Homens Autores de Violência

IndicadoresTotal
Usuário de droga03
Ex- usuário de droga03
Fumante02
Bebida Alcoolica31
Não Usuário04
Medicação Controlada00
TOTAL43

OBS: PODEM FAZER USO DE UMA OU MAIS SUBSTÂNCIAS

.

Situação Socioeconômica em Valores (R$) dos Homens Autores de Violência

IndicadoresTotal
Até 1 Salário Mínimo08
De 1 a 2 Salários Mínimos11
De 2 a 3 Salários Mínimos02
De 3 a 5 Salários Mínimos08
Acima de 5 Salários Mínimos06
Sem renda01
TOTAL36

OBS: Salário Mínimo (17/02/2022) no valor de R$ 1.212,00 (Um mil e duzentos e doze reais).

Skip to content